top of page

Graduanda descreve 18 novas espécies de besouro

Rachel Smith, uma graduanda em ecologia e evolução da Universidade do Kansas, viajou para florestas do Suriname onde subiu e desceu montanhas para coletar besouros aquáticos.


Rachel Smith coletando besouros aquáticos em floresta do Suriname. Foto: University of Kansas

Ela trouxe os insetos pro laboratório, onde percebeu que muitas das espécies coletadas eram novas para a ciência. Junto com material coletado na Venezuela e Guiana, além do Suriname, Rachel descreveu e deu nomes científicos a 18 novas espécies de besouros aquáticos.


O trabalho foi recentemente publicado na revista ZOOKEYS, com Rachel como primeira autora. A descrição das novas espécies foi baseada em DNA e morfologia do aparelho reprodutivo dos machos.

Besouros aquáticos.
Besouro descrito por Rachel. Fonte: Smith & Short (2020)

A descoberta de 18 novas espécies de insetos é considerada um grande feito mesmo quando realizada por pesquisadores já experientes. Contudo, o fato desta descoberta ter sido liderada por uma jovem ainda cursando a graduação torna-a ainda mais surpreendente.


Rachel almeja trabalhar com conservação do meio ambiente e destaca que o seu trabalho com taxonomia é extremamente importante nesta tarefa, já que é preciso que se conheça o que se quer conservar.


Fonte: The University of Kansas (https://tinyurl.com/yyrnlacz)



Referência

Smith RR, Short AEZ (2020) Review of the genus Chasmogenus Sharp, 1882 of northeastern South America with an emphasis on Venezuela, Suriname, and Guyana (Coleoptera, Hydrophilidae, Acidocerinae). ZooKeys 934: 25-79. https://doi.org/10.3897/zookeys.934.49359

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page