top of page

Insetos do Brasil: a divulgação científica em prol da conservação!



Os avanços científicos nos mais diversos campos do conhecimento vêm se acumulando ao longo da história, sendo um dos legados mais importantes que podemos deixar para as futuras gerações.


Infelizmente, grande parte do conhecimento científico que é produzido em instituições especializadas, como as universidades, é pouco debatido fora do ambiente acadêmico, principalmente em determinados campos da ciência, como na entomologia ou o estudo dos insetos.


Foi pensando nestas temáticas que surgiu, em 2014, o projeto Insetos do Brasil, que visa nas usar as redes sociais para difundir a entomologia e a conservação dos ecossistemas no Brasil.


O projeto foi idealizado por nós, Guilherme Limberger e Ricardo Brugnera, atualmente doutorandos em ciências fisiológicas e biologia animal, respectivamente. Desde a graduação em ciências biológicas na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), como amigos e colegas, iniciamos esta prática.


Utilizando a tecnologia a serviço da sociedade, empregamos o Facebook e o Instagram como canais de difusão de informações sérias sobre insetos, atingindo diferentes públicos e não apenas o acadêmico.

Nossos objetivos com este projeto são os de:


(1) conscientizar a população sobre a importância dos insetos para a manutenção dos ecossistemas;

(2) mostrar os principais avanços científicos que vêm sendo realizados com estes animais;

(3) desmistificar fake news;

(4) resgatar informações antigas, mas de relevância atual sobre insetos; e

(5) popularizar a diversidade entomológica brasileira através de uma linguagem acessível, vinculada à fotografia e design.



Além disso, temos o objetivo de oportunizar um ambiente de discussão heterogêneo, formado por especialistas, mas também por leigos de diferentes regiões do Brasil. Tanto no Facebook quanto no Instagram atraímos pessoas com diferentes idades e motivos para estarem nestes espaços.


Uns querem conhecer um pouco mais sobre determinado inseto que apareceu em sua casa (taxonomia, modo de vida, curiosidades), enquanto outros buscam informações para trabalhos acadêmicos e parcerias profissionais. Há também aqueles que querem apenas compartilhar a beleza dos insetos, conhecendo, valorizando e conscientizando os envolvidos de maneira respeitosa e empática.


Unindo nosso grupo e página no Facebook e perfil no Instagram, somamos cerca de 40 mil pessoas que acompanham nosso conteúdo.

Aos poucos e junto com outros grupos de divulgação científica, estamos mudando a forma como os brasileiros enxergam os insetos. Antes negligenciados e temidos, cada vez mais pessoas de todo o país estão aprendendo a respeitar e entender a importância dos insetos e outros invertebrados não apenas para a manutenção dos ecossistemas naturais, mas para a preservação da própria espécie humana.


Seguimos avante, juntos! A ciência existe para todos e todas.




125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page